in

Apendicite – Veja Os Sintomas

É adequado que se faça exames físicos e clínicos no paciente com suspeita de apendicite o mais rápido possível. Pois o quadro de gravidade pode se desenvolver rapidamente, chegando a causar morte.

Publicidade

Quando uma dor no abdômen surge espontaneamente, de maneira espontânea, é de extrema importância que se procure por atendimento médico. Isso porque, a dor abdominal é o sintoma de maior relevância para o diagnóstico de apendicite.

Como dito anteriormente, os exames físico e clínico são extremamente importantes para o diagnóstico adequado do caso. Assim, o profissional de medicina, analisa o estado “geral” que o paciente se encontra, como o tipo de dor e a quanto tempo  sintoma surgiu. Além disso, sintomas como febre, diarreia devem ser levados em consideração.

No exame físico o médico precisa analisar se o paciente sente dor ou desconforto ao apertar a barriga. Para melhores percepções do caso, pode ser utilizado exames de imagem, como ultrassom e tomografia.

O apêndice

Antes de falarmos mais sobre apendicite, é preciso conhecer o apêndice. Esse, se assemelha a uma bolsinha que sai do intestino grosso. Essa “bolsinha” produz células de defesa, parecidas com a do baço e do tecido do intestino.

Publicidade

Quando criança, a produção da célula é maior se comparada com a dos adultos. Durante essa fase a produção de células é insignificante.

Inflamação – Evolução

A inflamação pode ser desenvolvida de 12  a até 24h, sendo dividida em até 3 fases:

– 1° Inchaço;

– 2° Ulceração/pus

– 3° Possibilidade de perfuração

Publicidade

A dor pode ser diferente em cada fase. Durante a fase inicial, a dor está concentrada perto do umbigo. Assim, com o passar de um tempo, a dor se desloca para baixo e para direita. A dor de mantém constante e se torna mais intensa quando a pessoa se movimenta.

Outros sintomas:

– Mal-estar

– Febre

– Náusea

– Vômito

– Perda de peso

Portanto, entre outros sintomas, que podem variar de acordo com cada pessoa. Lembrando que quando existe a suspeita é aconselhado que se busque imediatamente por um médico.

Tratamento

O tratamento que existe atualmente é cirúrgico. A necessidade da cirurgia imediata pode depender  da gravidade que se encontra o caso. Assim, quando o estágio se encontra em fase inicial, pode ser ministrado antibióticos ao paciente, mas isso dificilmente excluirá uma possível cirurgia posteriormente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagem pessoa tocando na própria garganta

Amigdalite: O que é, Sintomas e Mais

Imagem da batata Yacon cortada

Batata Yacon – Benefícios para Saúde