in

Auxílio emergencial de R$ 600,00 durante pandemia do novo coronavírus

Um tipo de benefício foi divulgado para pessoas que trabalham de maneira autônoma ou informais. O auxílio, então, tem o valor de 600 reais, para ajudar os trabalhadores brasileiros no momento de pandemia pelo coronavírus. Além disso, mães solteiras que atendam aos critérios também receberão um auxílio, que terá o valor de R$1.200,00. O valor disponibilizado será para ajudar os trabalhadores nesse momento de epidemia.

Publicidade

Quarentena prejudica trabalhadores autônomos

Apesar de ser uma situação determinada para conter a transmissão do vírus, existem pessoas sendo prejudicadas. Isso porque, muitos trabalhadores autônomos tiram o próprio sustento dos trabalhos realizados. Em momento de epidemia, a maneira mais eficiente de conter o surto de transmissão e evitar o contágio, é estando em isolamento social. Comércios e alguns tipo de serviços geram contato social, ou sobrevivem a partir deles. Então, o auxílio no momento é para que essas pessoas tenham uma ajuda

Quem tem direito a receber o auxílio?

Os trabalhadores que terão direito a esse benefício, são aqueles que não possuem carteira assinada. Mas, para ter acesso, é preciso estar cadastrado no CadÚnico (cadastro único), referente a pessoas de baixa renda, que aceitam ajudas do governo em momentos como esse.

Além disso, pessoas que já recebem auxílios como bolsa família, seguro desemprego, aposentadoria ou pensão, não terão direito ao benefício. Mesmo assim, muitas pessoas serão beneficiadas, e a estimativa é que até 20 milhões de pessoas recebam o auxílio.

Cadastro Único – CadÚnico

Esse é um instrumento utilizado pelo governo para identificar a atual situação socioeconômica das famílias e trabalhadores brasileiros. Através do CadÚnico, então, pessoas de baixa renda podem ser auxiliadas pelo governo. Através desse cadastro, portanto, que as pessoas possuem direito a programas sociais como bolsa família, BPC e Tarifa Social de Energia Elétrica.

Publicidade

Quais pessoas podem se cadastrar para receber o auxílio?

O auxílio foi determinado pelo Ministério da Cidadania, e as seguintes condições para que a família receba:

  • Trabalhadores que recebem renda mensal de até meio salário mínimo, equivalente no ano de 2020, a R$ 522,50.
  • Renda total familiar de até 3 salários mínimos, equivalente no ano de 2020 a R$3.135,00.
  • pessoas ou famílias que recebam mais do que os valores estipulados acima, mas estejam atualmente solicitando por algum benefício que seja solicitado a partir do Cadastro Único.

Como será a inscrição para receber os R$600,00?

Primeiramente é preciso estar cadastrado no CadÚnico, e atender os critérios particulares desse benefício. É preciso, então, ter pelo menos 18 anos completos e não receber nenhum outro benefício do governo. Pessoas que trabalham com carteira assinada não terão direito a esse auxílio.

De acordo com declarações do governo, 15 a 20 milhões de brasileiros estão cadastrados, mas nem todos atendem aos critérios. Aqueles, portanto, que não atendem aos critérios, não terá direito a esse auxílio básico nesses momentos de surto do novo coronavírus. A previsão é, então, que o auxílio seja disponibilizado por três meses. Esse valor será disponibilizado para que os brasileiros garantam a reposição básica de necessidades.

Quando o primeiro pagamento será disponibilizado?

Esse benefício será realizado através de um Projeto de Lei que ainda não foi ao congresso. Apesar do Ministério se manifestar em relação ao auxílio, ainda não teve uma data prevista para o primeiro pagamento. Porém, de acordo com as declarações do Fundacentro, a ideia é que esse programa de auxílio seja colocado em vigor o quanto antes. Afinal, as famílias do país já são afetadas pela atual epidemia.

Como será feito o pagamento do auxílio?

O trabalhador terá acesso a esse auxílio diretamente em sua conta bancária. Caso, então, o beneficiado não tenha acesso a contas ou serviços bancários, poderá realizar o saque através de cartões virtuais. O cartão virtual será viabilizado juntamente com bancos públicos, para que os saques sejam realizados em caixas eletrônicos.

Publicidade

Por quanto tempo o trabalhador terá direito a esse benefício?

De acordo com declarações do governo, o valor será disponibilizado por 3 meses. Lembrando que, terá direito a receber o auxílio, apenas pessoas que estejam cadastradas no CadÚnico, sem trabalho registrado e maiores idade. Sendo, então, os beneficiados, trabalhadores autônomos e desempregados. Além disso, vale lembrar que esse recurso estará disponível apenas para pessoas e famílias que não participam de outros programas sociais do governo.

Essa medida de auxílio, mostra previsão de beneficiar até 20 milhões de brasileiros, durante 3 meses. A ideia da iniciativa do governo é minimizar os impactos e prejuízos que a epidemia atual do novo coronavírus tem causado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagem de exame do novo coronavírus no Brasil.

Novo Coronavírus: Casos Atualizados do Brasil

Imagem de cartão de crédito Nubank.

Nubank – Conheça Mais Sobre O Cartão Gratuito!