in

Hipertensão – O que é, Complicações e Tratamento

Para o funcionamento do nosso organismo, contamos com um sistema que atua como “mangueiras” e são denominadas artérias e veias. É através dos nossos vasos sanguíneos que o sangue é bombeado. Assim, o responsável por realizar o bombeamento é o coração.

Publicidade

Quando o coração bombeia sangue para as veias e artérias , a pressão sistólica é determinada. Isso porque, o valor obtido é o que determina o estado da pressão. Quando  acima de 140 mmHg, há hipertensão sistólica.

No instante que o coração relaxa, para se preencher de sangue novamente com o sangue que retorna dos vasos sanguíneos , é determinado a pressão diastólica , que é considerada hipertensão quando medida e superior a 90 mmHg.

Apesar disso, é importante que os valores superiores as medidas estabelecidas,não significa que a pessoa está hipertensa. Sendo assim, de extrema importância, que um monitoramento com um médico seja feito, para que um melhor diagnóstico seja feito.

Hipertensão – Quais as complicações?

O coração e os vasos sanguíneos, formam o sistema circulatório. Assim, depois de anos sofrendo por forte pressão sanguínea, acaba sofrendo lesões. Isso porque, fatores como tabagismo, diabetes e hipercolesterolemia são atuantes na contribuição dessa lesão gerando complicações como:

Publicidade

– Aterosclerose: Lesão na parte interna dos vasos, ocasionando espécie de ferimento no lugar. Os fragmentos ou até mesmo o próprio ferimento pode obstruir (entupir) o vaso, impedindo ou dificultando a passagem de sangue. São chamados “fenômenos tromboembólicos”.

– Acidente Vascular Cerebral (AVC): Este é mais conhecido, e é comumente chamado de derrame. Quando os vasos sanguíneos do cérebro são danificados, por lesões ditas anteriormente e se rompem, então é causado o acidente vascular cerebral.

– Infarto agudo no miocárdio: Quando o as coronárias, vasos sanguíneos que levam sangue e oxigênio para o coração, são lesionadas. Isso pode prejudicar a alimentação do coração, e danificar partes do coração que não receberam oxigênio.

Fatores de Risco

Diversos fatores vindos da rotina ou por causas genéticas, podem contribuir para lesões nos vasos sanguíneos ou por pressão descontrolada. É preciso que um monitoramento seja realizado para acompanhar os valores e se estão dentro das médias estabelecidas como normais, caso não esteja, através de orientação médica adotar medidas adequadas para controle e prevenção de possíveis complicações.

Tratamentos

A automedicação é um erro comum entre as pessoas, mas que é mais perigoso do que pensam. Antes de iniciar qualquer tratamento, é preciso que um médico seja consultado, para melhor diagnóstico e prescrição de medicação adequada.

Publicidade

Hábitos de alimentação são influenciadores diretos na nossa saúde e na prevenção de doenças. Diminuir o consumo de sal e gorduras é uma contribuição forte para melhor funcionamento do nosso organismo.

Parar de fumar e realizar atividades físicas frequentes também são excelentes tratamentos associados a um estilo de vida e alimentação saudável. Se for o caso de obesidade ou sobrepeso, perder peso através de métodos saudáveis, que se resume em uma alimentação equilibrada e a realização de exercícios.

Com essa rotina, as chances diminuem, mas se apesar de tudo isso, a pressão continuar alta, após alguns meses e a partir da orientação de um médico, é iniciado o tratamento com medicamentos.

Nunca faça uso de medicamentos sem a orientação de um profissional de medicina, a automedicação pode piorar a gravidade da situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagem alimentos orgânicos formando um coração

Consumo De Alimentos Orgânicos – Uma Chance A Menos Para o Câncer

Imagem de mulher usando Glicosímetro

Diabetes – Saiba Mais sobre os Tipos e Tratamentos